Peixes morrem em água represada pela barragem de Oiticica, no RN
06/06/2019 07:25 em Rio Grande do Norte

Peixes, aos milhares, estão morrendo na barragem de Oiticica, no município de Jucurutu, na região Seridó potiguar. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), trata-se de um efeito comum em rios represados, que acabam formando pequenas lagoas com oxigênio insuficiente para os animais.

Moradores da região relataram que os peixes começaram a aparecer mortos no início desta semana. A Semarh afirma que a maioria é da espécie tilápia, mas não soube estimar a quantidade de animais mortos.

Ao G1, o secretário João Maria Cavancanti disse que medidas já estão sendo tomadas para fazer a retirada dos animais mortos, e adiantou também que canais devem ser abertos para que haja uma interligação entre as lagoas que se formaram com o curso do rio, e que isso deve ajudar a melhorar a oxigenação da água, evitando nova mortandade.

“A morte de peixes em rios que possuem barramento, como é o caso do Rio Piranhas/Açu, que leva água até a barragem de Oiticica, é algo comum. O problema é que, com as chuvas, o nível do rio sobe e os peixes acompanham essa subida. Depois, com a redução das chuvas, o rio seca e se formam pequenas lagoas, onde os peixes acabam ficando presos. E, com o tempo, o oxigênio da água acaba”, explicou o secretário.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!